Powered by GAPE 2013-2018

O logotipo e o nome GAPE são marca registrada no departamento de siglas e patentes pernambucano.

O GAPE sempre opera com o objetivo de ter 100% de engajamento com o MilSim (Military Simulation), e engloba a simulação realista de técnicas, situações e conflitos (fictícios e históricos), desde a representação do armamento até a utilização de veículos reais. Alem disso se utiliza do conceito MilSim e de Real Action tanto em seus pequenos jogos e treinos, quanto em Operações de grande porte.

 

Algumas das regras básicas utilizada pelo GAPE são as seguintes: 

                                          

• Utilização de regras de ferimento de combate (ver abaixo) implementando definitivamente a figura do "Médico”;

• Utilização de regras de inutilização do equipamento quando atingido implementando a figura do “Armeiro” ;  

• Limitação de 30 munições em cada carregador (ou simulando a quantidade do armamento real);

• Missão com objetivos pré-definidos;

• Respeito às Regras de Fair-Play;   

• Comprometimento com a missão;                                                               

• Ausência de Ranger (Juiz) -  O Jogador de Airsoft, opera como jurado de si mesmo e de TODOS dentro do campo, desonestidade é Inadmissível e um ato irreversível para o jogador que utilizar-se de má fé.

• Quando morto, faz-se obrigatória a utilização do Pano Vermelho.

Eliminações - As eliminações visam aproximar cada vez mais o jogo de uma situação real, sendo assim, existe uma série de variaveis imposta pelo GAPE em situações de alvejamento, tais como: 

 

 

 

REGRAS DE COMBATE

G17 Valentim o1

ENGINEER

• Tiro LETAL, disparo direto (Cabeça, Tronco) - Eliminação imediata;
• Tiro NÃO LETAL, Disparo em membros (braços, pernas) - Incapacitação do membro atingido, quando atingido em tal área, o membro atingido fica inutilizado (põe-se o braço para trás sem utiliza-lo/põe-se de joelho, e só pode movimentar-se rastejando);

• Segundo tiro sempre é LETAL (qualquer parte do corpo) – Se o operador já foi atingido com um tiro NÃO LETAL o segundo tiro sempre é LETAL. 

• Eliminação Silenciosa – Faca (própria para uso no airsoft, sem fio de corte e de material plástico ou borracha) ou "estrangulamento".

•Rendição silenciosa e incontestável (Cano encostado)

 

Medico e armeiro - Os processos de cura e restauro de armas seguem as seguintes diretrizes:

 

• O médico pode curar um operador de tiros não letais;

• Para efetuar a cura o medico terá um numero limitado de bandagens que deverão ser amarradas nos membros ou local próximo do ferimento;

• O medico pode tratar-se a si mesmo SOMENTE de ferimentos nas pernas;

• O armeiro poderá reparar as armas dos Operadores, quando as mesmas forem atingidas, para tal terão um numero limitado de kits de manutenção assim como o medico.